terça-feira, 17 de abril de 2012

Que Forma Devemos Ter?

ROMANOS 12:2

“... E não vos CONFORMEIS com este século (ou este mundo), mas TRANSFORMAI-VOS pela renovação da vossa MENTE (ou entendimento).”

Os verbos “conformar” e “transformar”, usados no versículo temático, são formados a partir dos prefixos “con” e “trans”, respectivamente, adicionados ao radical “form” do verbo “formar” (dar forma, ou receber a forma de).
A palavra FORMA, além de nos dar a idéia de uma figura geométrica, representa, no campo filosófico, o resultado de uma educação, da aplicação de uma doutrina, de ensinamentos, etc.. Assim, usualmente apregoamos que é através da educação que FORMAMOS o caráter, ou seja, damos FORMA ao caráter.
Segundo o conselho do apóstolo Paulo, não devemos nos adequar a FORMA, ou tomar a FORMA que o mundo, ou a vida secular, nos oferece. Nota: algumas versões trazem a palavra SÉCULO em vez de MUNDO. Século não tem nada a ver com o lapso temporal de cem anos, mas com VIDA SECULAR ou PROFANA, contrária à vontade do Criador. A prova disso são as referências feitas a esses termos, por Cristo e Paulo. O Senhor Jesus Cristo irroga o título “príncipe deste mundo” (João 12:31) ao diabo, e Paulo o denomina de “deus deste século” (II Coríntios 4:4). Noutras palavras: as formas que este mundo ou este século nos apresenta, a fim de que nos molde a vida, é segundo a vontade do diabo, pois o texto sagrado diz que “o MUNDO (este século) jaz no maligno”. I João 5:19.
De acordo com Rudolf Arnheim, psicólogo alemão que viveu cento e três anos, "forma é a configuração visível do conteúdo". Sua assertiva é mais inteligível se refletirmos sobre a capacidade da água de adequar-se ao meio em que ela é posta, tomando-lhe naturalmente a sua forma. Perceba que se colocarmos a água, que é disforme, dentro de uma xícara, ela toma a forma de uma xícara; se dentro de um copo, a forma de um copo, e assim por diante. Hoje o mundo oferece diversas formas de doutrinas, sejam elas de cunho religioso ou não. Avançando para a atmosfera religiosa, ela representa perigo mortal, pois nelas estão embutidos sutil e ocultamente os sofismas de Satanás, fazendo-se parecer com a verdade. Não podemos tomar a forma de qualquer doutrina, mesmo que sua aparência seja ardentemente religiosa. Assimilar ensinamentos bíblicos contraditórios com o Livro Sagrado nos leva ao destino oposto à Canaã Celestial.
Conformar”, pois, significa “dar ou tomar a forma de”. Como sabemos que o sentido atribuído pelo apóstolo não se trata de figura geométrica, só podemos interpretar, então, como doutrinas ou ensinamentos, uma vez que eles nos dão a forma consoante sua estrutura. Noutras palavras: cada um de nós tem uma forma, ou a característica do nosso ser, que nada mais é do que a expressão de tudo aquilo que aprendemos na vida. Daí a importância do conselho divino: “Ensina a criança no caminho EM QUE DEVE ANDAR, e ainda quando for velho, não se desviará dele”. Provérbios 22:6. Ensinar ou educar, à luz da regra áurea da vida, é FORMAR um caráter. Se provém da Palavra de Deus, formará um ser para viver na presença de Deus, pois a Sua palavra é o Seu próprio caráter; entretanto, se esse mesmo ser não receber instruções do céu, estará fadado às instruções do próprio arquiinimigo, como previsto pelo profeta Jeremias: “Pode o etíope mudar a cor de sua pele, ou o leopardo as suas manchas? Neste caso, podeis fazer o bem sendo ENSINADOS  (ou acostumados) a fazer o mal.” Capítulo 13, Versículo 23. Ensinados por quem? Quem imagina o leitor ser o instrutor aludido pelo profeta? Só não é Deus. E não existem mais do que duas fontes na vida.
Assim, o apóstolo está fazendo menção às doutrinas ensinadas, as quais são de caráter profano, mundana, babilônica, de fonte diabólica, reportando-se máxime a algumas doutrinas ensinadas nas igrejas, não provindas de Deus. E nossa igreja não está isenta disso. Portanto, essas doutrinas nascem do arquiinimigo, penetram no arraial do povo de Deus com aparência santa, enobrecedora, porém vil e entorpecente. É por esse azo que o apóstolo Paulo recomenda que nos “transformemos”. “Trans” é um prefixo que nos dá a idéia de “atravessar algo”, “passar de uma situação para outra”. Transformar, então, quer dizer passar de uma FORMA “geométrica”, digamos assim, para outra. E de que modo o apóstolo Paulo nos diz que devemos sair de uma condição espiritual, ou seja, de uma forma para outra? Ele diz: “pela RENOVAÇÃO da vossa MENTE”, ou “ENTENDIMENTO”, noutras versões. Mente e entendimento, de acordo com o Livro Sagrado, são sinônimos. Cristo nos diz que Seus seguidores devem ter “cingidos os ... LOMBOS.” (Lucas 12:35). E Paulo completa “COM A VERDADE” (Efésios 6:14). A que lombos estão Cristo e Paulo se referindo? Só não podem ser as costas ou o dorso, como o sentido literal da palavra LOMBO nos sugere. Então Pedro responde: “CINGINDO OS LOMBOS DO VOSSO ENTENDIMENTO”. E o apóstolo Pedro nos mostra que assim fazendo seremos SÓBRIOS, não entorpecidos ou ÉBRIOS, que quer dizer embriagados.
Cingir é envolver, cobrir. Em Efésios 6:14, Paulo utiliza a figura de um soldado se aprontando para uma batalha. Quando o soldado cingia os lombos era para se proteger do inimigo, não deixando o seu corpo exposto. O "lombos" do nosso entendimento são as entradas da alma, os nossos sentidos. Devemos cingi-los, e cingi-los com a verdade. Mas como identificar a verdade num mundo envolto pelo engano, pelo fascínio? Paulo indica que a nossa transformação deve ser efeito da renovação da nossa mente, e isso nos remete para a carta que Paulo escreve para Tito, pois precisamos saber o que significa RENOVAÇÃO. No Capítulo 3, Versículo 5 do livro de Tito, lemos: “nos salvou [Deus] mediante o lavar da REGENERAÇÃO e da RENOVAÇÃO pelo Espírito Santo.” Notemos: regeneração e renovação são ações do Espírito Santo. O que significa cada uma delas?
Regeneração traz à mente a palavra GENE (reGENEração). Paulo está se referindo à obra instantânea do Espírito Santo em nos transformar de pecadores em justos, semelhantes a Cristo. Gene simboliza o caráter, e gerar vem de generar, verbo latino que deu lugar a gerar. O prefixo RE significa outra vez, repetição. Assim sendo, Paulo está a nos dizer que a primeira obra do Espírito Santo é nos recriar, nos gerar de novo, dando-nos novo GENE, caráter, o caráter de Deus. Nascemos de Deus pela regeneração. Sendo recriado, esse novo ser receberá a instrução do Espírito Santo, a fim de que gradativamente ele vá tomando a FORMA que deve ter todo filho de Deus. Já já saberemos a que forma estamos nos referindo.
Falemos sobre educação. Provérbios 22:6, “Ensina a criança no caminho em que deve andar...”, é o conselho que Deus dá aos pais quanto à educação de Seus filhos, seguindo o modelo por Ele mesmo estabelecido: “Instruir-te-ei, e ensinar-te-ei o caminho que deves seguir.Salmo 32:8. Que interessante, não? O processo educacional paulatino que nos leva a sermos mais semelhantes ao Senhor Deus é a santificação, como todos sabemos. O professor é o Espírito Santo, e o instrumento é a Palavra de Deus. Entretanto, alguns não sabem que renovação se confunde com santificação. Elas têm o mesmo significado, nesse contexto. O apóstolo nos diz que devemos ser transformados pela renovação da nossa mente. Até onde sabemos, o oleiro não dá forma a um objeto que está sendo refeito, de modo instantâneo, mas gradativo. Ele o está renovando, tornando-o novo. A santificação nos faz santos a cada centímetro de crescimento espiritual, e esse é o mesmíssimo processo da renovação. Nossa mente vai recebendo as impressões do Espírito Santo, e se torna passo a passo na mente de Cristo. O entendimento, a mente, do novo ser é transformado pelo Espírito Santo, desde o seu nascimento até a idade adulta, o próprio Cristo. E o que Ele utiliza para isso? A verdade. Veja: Ele é o nosso COLÍRIO (Apocalipse 3:18), e estudando a Palavra de Deus, sob Sua guia, não interpretaremos erroneamente aquilo que Ele mesmo inspirou a ser escrito.
E assim, na regeneração temos a justiça imputada instantaneamente, e na renovação temos a justiça comunicada paulatinamente. Justificação e Santificação. Justificação é o título para entrarmos no céu, e a santificação é a nossa habilitação para vivermos no céu. Para o novo ser resta apenas a glorificação que é a concessão de um corpo glorioso, semelhante ao de Cristo, o que todos os salvos receberão na Sua vinda. Mas muitos erram gravemente aqui: dizem que só iremos deixar de pecar quando recebermos a glorificação. Entrementes, a glorificação não é para ser confundida com a santificação. Aquela só será concedida aos que tiverem sido santificados, os que estiverem vivendo uma vida semelhante à de Cristo, sem pecado. Se temos que parar de pecar é aqui e agora, antes de Cristo voltar, pois só subirão os que estiverem demonstrando em suas vidas o caráter do próprio Deus. Paulo diz: “Sede, pois, IMITADORES de Deus, como filhos amados.” Efésios 5:1. Imitar é imitar, e não há emblema aqui. Não se concebe que, enquanto vivemos imitando a Deus, cometemos qualquer espécie de pecado, mesmo em pensamento. São Paulo nos diz: “Quanto ao mais, irmãos, TUDO o que é verdadeiro, TUDO o que é honesto, TUDO o que é justo, TUDO o que é puro, TUDO o que é amável, TUDO o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, NISSO PENSAI.” Filipenses 4:8. Nâo há espaço para o pecado na mente da nova criatura gerada pelo Espírito Santo.
Portanto, a justificação é o que Deus faz POR NÓS, a santificação é o que Deus faz EM NÓS, e a glorificação é o que Deus faz PARA NÓS. Na justificação nós somos libertos da CULPA do pecado; na santificação nós somos libertos do DOMÍNIO do pecado; na glorificação nós somos libertos da MALDIÇÃO do pecado.
À medida que crescemos novas porções da Sua palavra nos são reveladas, a mancha do pecado é-nos exposta, renovamos nosso pacto com Deus, e assim crescemos de fé em fé, de glória em glória. Todo pecado revelado é expurgado pela própria alma que é guiada pelo Espírito Santo, durante a marcha até o céu. “A vereda DO JUSTO (não de qualquer um) é como a luz da aurora que vai brilhando mais e mais, até ser dia perfeito.” Provérbios 4:18.
Esse dia perfeito é Cristo. Ele é o fim do crescimento. E como Seu caráter é eterno, jamais a santificação terá fim, estaremos crescendo eternamente. Seremos sempre perfeitos à vista de Deus, pois embora não tenhamos alcançado a perfeição plena, que é o Seu perfeito caráter, na estatura em que nos encontrarmos no processo da santificação, estaremos dotados de perfeição parcial. Somos perfeitos em cada estágio do crescimento, assim como uma criança é perfeita em todos os seus estágios, até que seja um adulto perfeito. E quanto mais crescemos, nosso alimento vai se tornando mais sólido, as porções mais difíceis das Escrituras Sagradas vão se tornando inteligíveis para nós, e assim por diante.
Mas, enfim, qual é a FORMA recomendada por Paulo, para que sejamos transformados segundo tal modelo? Ele faz menção dessa FORMA? Sim, claro. E ele o faz em Filipenses 2:5-8. Lemos: “De sorte que haja em vós o mesmo sentimento que houve também em CRISTO JESUS, que, SENDO EM FORMA DE DEUS, não teve por usurpação ser igual a Deus. Mas aniquilou-se a Si mesmo, tomando a FORMA DE SERVO, fazendo-Se semelhante aos homens; e, achado na FORMA DE HOMEM, humilhou-Se a Si mesmo, sendo obediente até à morte e morte de cruz.” Cristo, o único ser que tem duas naturezas, é a FORMA apresentada pelas Sagradas Letras, na Qual devemos nos TRANSFORMAR cada dia da nossa vida. Assim está escrito: “Mas todos nós, com rosto descoberto, REFLETINDO como um espelho a GLÓRIA do Senhor, somos transformados de GLÓRIA em GLÓRIA na MESMA IMAGEM, como pelo Espírito do Senhor.” II Coríntios 3:18.
A FORMA de servo, como consta na citação do livro Filipenses, é o modelo da vida cristã que o Salvador nos deixou para seguirmos. Ele assim ratifica: “E qualquer que entre vós quiser ser o primeiro, SERÁ VOSSO SERVO, ASSIM COMO (igualdade) o Filho do homem NÃO VEIO PARA SER SERVIDO, MAS PARA SERVIR.” Mateus 20:27 e 28.
Insto para que todos nós permitamos que o Espírito Santo nos recrie, a fim de que por Ele sejamos renovados, transformados na única FORMA aceita pelo Céu: CRISTO JESUS.
Que Deus nos abençoe!


EDSON GONÇALVES DA SILVA
29Fev2012

Leia Mais

  ©Gotas de Conhecimento - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo